Evento – Cururupu (MA)

No dia 15/06 estivemos em Cururupu, município localizado no litoral ocidental do Maranhão, para conhecer de perto outro Arranjo de Desenvolvimento da Educação (ADE). Participamos de um encontro regular de alinhamento e fortalecimento da identidade dos 9 municípios que compõem os arranjos. Fomos muito bem recebidos pela professora Gorethi Camelo, ex-presidente da Undime Nordeste que vem apoiando a articulação entre municípios no Maranhão e outros estados região, e pelos técnicos e secretários(as) municipais presentes.

Arranjo de Desenvolvimento da Educação do Maranhão (ADE-MA)

O ADE é composto por 11 municípios do litoral ocidental do Maranhão e existe há 4 anos. Participam secretários (as) e técnicos (as) das secretarias municipais de educação, e contam também com um presidente e um articulador. Os municípios são bem distintos um dos outros, apesar de estarem num mesmo território, há uma heterogeneidade presente na região.

Há duas preocupações principais apontadas:

  1. Fortalecimento de vínculos/estabelecimento de parcerias: por ser recente, o ADE ainda encontra dificuldades de se tornarem reconhecidos. Também, devido a sua localização geográfica e recursos precários, encontram dificuldades operacionais e de gestão no cotidiano.

  2. Realização de diagnóstico de cada município para elaboração de planejamento com foco em ações estruturadas: a Profª. Goreth apontou que a falta de diagnóstico não permite ter clareza da atuação do ADE no território e até dificulta a sua institucionalização e legitimação, para chamar outros municípios para aderirem.

Postas as preocupações, o ADE ainda está em um momento inicial de formação. No entanto, já apresentam certo nível de mobilização e articulação. Há realização de reuniões periódicas, em três níveis: reunião entre os secretários, reunião com secretários e técnicos e reunião com os prefeitos. Profª. Goreth afirma que essa divisão é para alinhamento interno, e para entender a necessidade de cada local.

Percepções e aprendizados:

Junto à presidente-executiva do Instituto Positivo, Eliziane Gorniak, pudemos contar um pouco sobre as histórias e aprendizados do livro Cooperação Intermunicipal, primeira publicação do Colabora. Apesar da escassez de recursos e limitações locais, percebemos nos relatos dos participantes um notório empenho na promoção de práticas colaborativas para a melhoria da aprendizagem dos alunos. Como compartilhamos ao longo da reunião, acreditamos que a mais alta barreira já foi vencida pelos municípios: superar as demandas individuais e a consequente escassez de tempo para unirem forças em prol da educação regional.

O ADE é um forte instrumento institucional e político independentemente da localização geográfica e das condições financeiras, sociais e econômicas. A passagem pelo Maranhão demonstrou – mais uma vez – que criações pautadas na realidade local são possíveis e, mais que isso, necessárias para a promoção de um regime de colaboração verdadeiramente efetivo.

Fica a lição de engajamento e comprometimento com a região. Seguiremos acompanhando de perto os trabalhos no Estado!

Posts relacionados

ENCONTRO EM CURURUPU – MA

Saiba mais

ENCONTRO EM TERESINA – PI

Saiba mais
3 1

INICIATIVA SENSATA

Saiba mais
Mais Eventos e Notícias
2018-11-25T22:36:04+00:00