Frente a cenário da pandemia de COVID-19, Movimento Colabora revê operação e reforça presença digital a partir de abril

Secretaria executiva do Movimento Colabora Educação comunica ajustes no modelo de trabalho e faz chamado público por solidariedade e atenção também à pauta de educação 

Vivemos um momento de alerta global. A crise sanitária provocada pela pandemia de coronavírus COVID-19 colocou nossas estruturas e rotinas em xeque e nos desafiou a pensar e encampar, como sociedade civil, poder público e empresas, estratégias eficazes para enfrentar este momento tão delicado – que exige ações práticas e um grande exercício de cuidado comunitário, empatia e solidariedade.

É inegável que o campo da educação pública é profundamente afetado pela crise. E, mesmo em meio a tamanha paralisação, o tema do Regime de Colaboração se mostra urgente. Em tempos de emergências sociais, precisamos de ações coordenadas e decisões assertivas para que nossas crianças e jovens tenham garantido seu direito de aprender.

Dessa forma, como grande parte das organizações brasileiras, tomamos medidas imediatas, como o fechamento temporário do escritório de São Paulo e a estruturação da equipe para o trabalho remoto. Não vamos parar. Estamos em ação, pensando maneiras de manter nossa operação rodando, em diálogo e apoio aos atores do campo da educação, sem colocar em risco a saúde de funcionários e parceiros.

O Movimento Colabora Educação surgiu com o objetivo de contribuir para o fortalecimento da governança na educação. Para isso, fomenta e dissemina as ações cooperativas entre os entes federados no âmbito das políticas públicas de educação, entendendo-as como condição necessária para a melhoria dos resultados de aprendizagem nas redes públicas.

Mais do que nunca, a educação brasileira precisa de ações coordenadas. Por isso, o Movimento apoiará secretarias de estado em medidas e soluções relacionadas ao COVID-19 adotadas de forma colaborativa com os municípios, por meio de reforço à articulação (entre redes e entre elas e o terceiro setor) e da organização, sistematização e disponibilização de conteúdo prático sobre ações colaborativas.

Reforçar nossas ações de comunicação é uma estratégia para manter em movimento o conhecimento acumulado ao longo dos últimos quatro anos – além do trabalho recorrente de advocacy pelo Sistema Nacional de Educação e apoio aos governos estaduais e municipais. Repertórios que emergem das boas práticas realizadas nos municípios e estados, assim como as trocas realizadas com tantos parceiros comprometidos com a pauta.

A partir de abril, lançaremos e manteremos uma agenda de diálogo em três frentes no ambiente digital: Facebook, Twitter e LinkedIn. Além de nosso próprio site, que continuará sendo atualizado.

Muito em breve contaremos com conteúdos regulares e debates sobre temas como o Regime de Colaboração, a governança federativa e o Sistema Nacional de Educação – pertinentes e alinhados ao momento atual. Convidamos você a participar deste esforço.

Por fim, gostaríamos de agradecer os membros do movimento – Instituto Natura, Instituto Unibanco, Itaú Social, Movimento Todos pela Educação, Fundação Lemann, Instituto Conceição Moura, Instituto Positivo e ao BID – por estarem próximos e apoiando a transposição deste momento tão urgente quanto abrupto em nossa sociedade.

São tempos de atenção e cooperação. Precisamos estar distantes fisicamente, porém ligados nos valores humanos e democráticos que nos definem. Com este esforço vamos conseguir minimizar os impactos em nossas relações sociais, profissionais e familiares.

Sigamos em contato e até breve.

Equipe Colabora

9

NOTÍCIA – ORGANIZANDO A EDUCAÇÃO: POR QUE CRIAR UM SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO?

Saiba mais
2020-03-27T14:16:58-03:00