Secretarias estaduais e municipais de Educação debatem Regime de Colaboração em tempos de crise

Debates acontecem no âmbito da Frente de Regime de Colaboração, uma iniciativa de Consed e Undime, com apoio do Movimento Colabora Educação

 

Gestores públicos, representantes de redes municipais e estaduais de ensino de todo o território nacional avançam nos debates da Frente de Regime de Colaboração, uma iniciativa do Consed e da Undime, com apoio do Movimento Colabora Educação. A frente é liderada pelos secretários de Educação Eliana Estrela (CE) e Vitor de Angelo (ES), e pelo secretário executivo de Educação do Ceará Márcio Brito. Participam ainda o presidente da Undime e Dirigente de Educação em Sud Mennucci/SP, Luiz Miguel Garcia, e mais de 60 gestores públicos de todos os estados.

Tendo como norte a estruturação da governança de colaboração entre Estados e Municípios, a Frente se propõe a apoiar tecnicamente e facilitar a promoção do debate e troca de experiências entre diferentes territórios, abordando questões pertinentes ao contexto atual,  promovendo discussões práticas e qualificadas e, assim, a pactuação de temas prioritários.

“O Regime de Colaboração entre municípios e estados nos fortalece. A cada dois anos os governos mudam, por isso a importância de se fazer política de estado e não de governo”, enfatiza Cecilia Motta, secretária de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Consed.

Para o presidente da Undime, Luiz Miguel Garcia, o “Regime de Colaboração sem dúvida é um tema que precisa ser debatido. Essa frente de trabalho vai ser mais uma oportunidade para que possamos pautar esse tema, trocar experiências e aprender com o que estados e municípios já estão fazendo. Colaboração é fazer junto em que pese as diferenças. O momento agora é de colaboração de acordo com o que é possível.”

Até o momento, dois encontros virtuais foram realizados. No primeiro encontro, o tema central foi a educação não presencial, com especial destaque para dois fatores essenciais para uma colaboração de sucesso: o diálogo e o foco na aprendizagem. A convite da Frente, o estado do Mato Grosso do Sul, representado por Motta e Andreia Santos, Dirigente Municipal de Camapuã (MS) e presidente da Undime MS, compartilhou os projetos e ações em Regime de Colaboração; a mediação foi do secretário executivo de Educação do Ceará, Márcio Brito.

Para Andreia, “é necessário clareza para pensar a política educacional para todos, articulando redes públicas e rede privada com foco na aprendizagem. O objetivo principal do Regime de Colaboração é a melhoria da educação em todo o território.”

Desafios como a conexão com a internet, especialmente em áreas rurais e nos estados do norte do país, saúde mental da comunidade escolar e avaliação também foram assuntos abordados.

No segundo encontro, que ocorreu nesta quarta, 10, foram discutidos protocolos de retorno à aulas, a partir da experiência do estado do Ceará.

 

Conteúdo construído em parceria com o Consed e publicado originalmente no site do Conselho em 10 de junho de 2020

2020-06-16T11:09:16-03:00